fbpx
Quinta, 22 Outubro 2020 00:00

A Anorgasmia na Menopausa

Escrito por Equipe de Gestão de Mídias Sociais - Pegasus Web Sulution
Avalie este item
(0 votos)

A menopausa é um marco, mas o período de alteração hormonal é mais longo, podendo começas anos antes e se encerrar anos depois, geralmente entre os 45 e 55 anos.

Esse período mais longo é chamado de climatério (principalmente o período que antecede a menopausa) ou peri-menopausa (quando aborda o período todo em torno da menopausa).

A menopausa ocorre em cada mulher de forma bastante heterogênea e peculiar, algumas passam pelo período de ajuste hormonal sem apresentar muitos sintomas, outras apresentam sintomas intensos tornando a adaptação muito complicada.

Os sintomas físicos mais frequentes na menopausa são – ondas de calor, ou fogachos, intolerância térmica, secura vaginal (podendo causar dor na relação), redução da libido, anorgasmia, alteração de pele e cabelo, alteração do risco cardiovascular, ganho de peso, redução da massa óssea, entre outros. Vamos abordar aqui a anorgasmia.

A anorgasmia – ou a incapacidade de chegar ao clímax do prazer sexual – é diferente da falta de libido. Mesmo mulheres que têm desejo sexual podem se deparar com a dificuldade de atingir o orgasmo.

Essa é uma queixa é comum nos consultórios: durante o climatério, período em que ocorre a menopausa, a dificuldade de atingir o orgasmo aumenta consideravelmente.

Ainda que os sintomas nesta fase da vida sejam diferentes para cada mulher, estudos indicam que em mais de 50% dos casos a disfunção sexual torna-se um problema.

Seja qual for a sua idade, eu posso te ajudar a conviver em paz com o climatério. Agende uma consulta e saiba mais sobre os tratamentos.


Ler 356 vezes

Matérias/Artigos